​“A história é um palimpsesto, uma sucessão de camadas ou acontecimentos.

Meus quadros refletem situações marcantes que, mesmo depois do passar do tempo, continuam cravadas na memória.  Tento contar um pouco desses episódios de forma abstrata, através de movimentos e cores. ”

Giulia Messina Santos

Arquiteta e Urbanista

São Paulo, 01 de junho de 2018

2020

  • Instagram Social Icon

2019

2018

2017

2016

2015

2012 - 2014

“Pintores da paisagem, natural ou urbana, confundem-se com a própria história da pintura. Pintar o visível, o mundo percebido, sempre foi um assunto. Figurativos, abstratos debruçaram-se sobre a paisagem para dela extraírem a força de significação de seus quadros. Mas, provavelmente poucos se dedicaram a registrar o mundo invisível, aquilo que quase não mais ainda está lá, os rastros da cidade, sua temporalidade.

Se a cidade é um palimpsesto, um mundo em camadas temporais sobrepostas, a obra de Giulia, arquiteta, extrai dessa sua peculiar situação a potência de significação de suas obras. Seus quadros, construídos a partir de rastros, exploram o afloramento do anterior, do debaixo, para, em combinação com o subsequente, produzir uma dimensão inaudita daquilo que se mostra como visível.

Tensões entre tempos sobrepostos produzem uma obra não somente palimpsestica, mas palindrômica, onde o retorno do anterior produz a alteridade do presente. ”  

 

Igor Guatelli

PHD , Professor de Arquitetura e Urbanismo, Doutor em Filosofia

São Paulo, 05 de abril de 2017

© 2023 por Davi Guedes. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now